Principal » Notícias » IPHAN lança novas publicações em São Paulo
- A +
IPHAN lança novas publicações em São Paulo
 
14/08/2012
Lancamento de livros - Iphan/SP

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em São Paulo (IPHAN-SP) promove o lançamento de novas publicações sobre o patrimônio cultural brasileiro. Na próxima quinta-feira, 16 de agosto, a partir das 18h, o público poderá conhecer os livros na sede do IPHAN-SP, que fica na Avenida Angélica, 626, Santa Cecília – São Paulo – SP.

As publicações integram o Projeto Editorial do Programa Monumenta/IPHAN, que desde 2006 já editou 66 títulos. São 11 linhas editoriais relacionadas às atividades de registro e valorização do patrimônio material e imaterial, bem como a projetos de restauração e recuperação de centros históricos e de geração de emprego e renda, principais objetivos do Programa Monumenta. Os livros estão à disposição no IPHAN-SP ou pelo e-mail publicacoes@iphan.gov.br.

Os novos livros
Passando a integrar a Coleção Grandes Obras e Intervenções, será lançado o livro A Matriz de Santo Antônio em Tiradentes, de Olinto Rodrigues dos Santos Filho, retratando a beleza arquitetônica e a excelência da talha no estilo barroco D. João V da Matriz de Santo Antônio, na cidade de Tiradentes em Minas Gerais. Na mesma coleção, o IPHAN lança Os Passos de Congonhas e suas Restaurações, de Myriam Ribeiro de Oliveira, que registra a restauração, pelo Programa Monumenta, do Santuário de Bom Jesus de Matosinhos, de Congonhas - MG.

A Coleção Roteiros do Patrimônio, conta com quatro novas publicações. Varandas de São Luís – gradis e azulejos, de Olavo Pereira da Silva, indica roteiros de visita e faz o registro das peculiaridades da arquitetura colonial que caracteriza a capital maranhense. Já em Igrejas e Conventos da Bahia, Maria Helena Flexor apresenta, em três volumes, os mais importantes conjuntos de igrejas e conventos baianos. A publicação Barroco e Rococó nas Igrejas de São João del-Rei e Tiradentes, de Myriam Andrade Ribeiro de Oliveira e Olinto Rodrigues dos Santos Filho, traz em dois volumes o importante acervo do barroco e do rococó das igrejas de São João del-Rei e de Tiradentes, em Minas Gerais. Já em Barroco e Rococó nas Igrejas de Ouro Preto e Mariana, Myriam Andrade Ribeiro de Oliveira e Adalgisa Arantes Campos detalham os aspectos mais importantes de monumentos religiosos, as características das obras dos grandes artistas do barroco e rococó e as celebrações ainda realizadas segundo práticas católicas tradicionais.

Integrando a Coleção Registro, o IPHAN apresenta a obra Arqueologia no Pelourinho, organizada por Rosana Najjar, para relatar o trabalho de pesquisa arqueológica na área da sétima etapa do Projeto de Recuperação do Centro Histórico de Salvador. Enquanto o Monumenta restaurava 76 imóveis, o IPHAN realizava a pesquisa arqueológica em 11 quarteirões daquele bairro do centro histórico.

Intervenções Urbanas na Recuperação de Centros Históricos, de Nabil Bonduki, faz parte da Coleção Arquitetura e retrata as questões, os desafios, os limites, as possíveis soluções para a gestão do território das cidades brasileiras, oferecendo um balanço das ações do Programa Monumenta. Na mesma coleção, o IPHAN lança Fazendas do Sul de Minas Gerais, de Cícero Ferraz, que contempla um estudo das tipologias de sedes de fazendas da região, com um inventário ilustrado, com plantas em escala, fotos e descrição de mais de setenta fazendas divididas por microrregiões.

Na série Cadernos de Memórias, serão lançados três volumes referentes ao projeto Mestres Artífices  em Pernambuco, Minas Gerais e Santa Catarina. A série busca o resgate, o inventário e a permanência de saberes, práticas e técnicas construtivas tradicionais. Os volumes dedicados aos mestres artífices identificam esses profissionais em diversas regiões do país e registram os conhecimentos que utilizam no desempenho de seu ofício.

A Coleção Anais recebe três novas publicações. Os sambas brasileiros: diversidade, apropriação e salvaguarda tem Márcia Sant’Anna  como organizadora. Nesta publicação o IPHAN oferece o conteúdo das palestras do seminário do I Encontro da Casa de Samba de Santo Amaro da Purificação - BA, que marcou a reabertura do Solar do Subaé, depois de completamente recuperado pelo Programa Monumenta/IPHAN. O evento reuniu pesquisadores e artistas de renome nacional para tratar das origens, das características, das diferenças e semelhanças do samba nas diversas regiões do país. I Fórum Nacional do Patrimônio Cultural, em três volumes, registra as palestras, discussões e resultados do evento de abrangência nacional realizado pelo IPHAN em parceria com a Associação Brasileira de Cidades Históricas (ABCH), na cidade de Ouro Preto, em 2009. O Fórum teve por objetivo a construção da Política Nacional de Patrimônio Cultural (PNPC), por meio da avaliação das ações em andamento e da discussão com os diferentes agentes envolvidos no sentido de definir desafios, diretrizes e estratégias de atuação.  A terceira nova publicação, Patrimônio Cultural e Desenvolvimento Sustentável é um pequeno livro que consigna alguns dos mais importantes documentos que resultaram do Encontro de Especialistas em Patrimônio Mundial e Desenvolvimento Sustentável, que aconteceu em Ouro Preto - MG, entre os dias 05 e 08 de fevereiro de 2012.

Outras publicações do IPHAN também estarão na noite de autógrados. Política de Preservação do Patrimônio Cultural no Brasil, de Paula Porta, avalia em detalhes as ações desenvolvidas no campo da preservação do patrimônio cultural brasileiro na primeira década do século XXI. O Patrimônio Cultural da Imigração em Santa Catarina apresenta um dos mosaicos culturais mais diversos e singulares do Brasil, com o registro das paisagens, hábitos, saberes e fazeres resultantes das numerosas levas de imigrantes portugueses, alemães, italianos, poloneses, ucranianos, entre outros, que, desde o século XVII, povoaram Santa Catarina. Imigração Japonesa no Vale do Ribeira, produzido pelo arquiteto Rogério Bessa, traz a público um inventário temático a respeito das técnicas construtivas utilizadas pelos imigrantes japoneses que ocuparam o Vale do Ribeira em São Paulo. E Patrimônio Naval Brasileiro representa um esforço de síntese das pesquisas realizadas pelo arquiteto Dalmo Vieira Filho entre 1990 e 2009, e oferece um panorama do rico e diversificado patrimônio naval brasileiro.

Serviço:
Noite de autógrafos
Data: 16 de agosto de 2012, às 18h
Local: Sede do IPHAN-SP
 Avenida Angélica 626, Santa Cecília – São Paulo – SP.

Mais informações para a imprensa:
Assessoria de Comunicação IPHAN
comunicacao@iphan.gov.br
Adélia Soares – adelia.soares@iphan.gov.br
 (61) 2024-5476 / 2024-5477
www.iphan.gov.br | www.twitter.com/IphanGovBr

 

Fonte: Ascom - IPHAN/SP



Saiba Mais
Agenda
Bancos de Dados
Bibliotecas do IPHAN
Blogs do IPHAN
Cadastro Nacional de Negociantes de Antiguidades e Obras de Arte
Concurso IPHAN
Editais e Seleções
Legislação
Links Patrimônio Cultural
Notícias
Perguntas Frequentes
Sistema Nacional do
Patrimônio Cultural
Transparência Pública
Redes Sociais